Soldagem por vibração linear

 

A soldagem por vibração linear consiste em gerar calor e fusão plástica através da fricção molecular superficial, este efeito e obtido partir de movimentos mecânicos longitudinais em máquinas de soldagem vibracional que operam com frequências baixas que geralmente estão entre 100 Hz e 240 Hz.

Normalmente a amplitude do deslocamento pode variar de 1,8 a 4 mm.O tempo de solda pode variar entre 2 e 8 segundos  além do tempo de resfriamento. Apesar de esse tempo ser maior que a soldagem por Fricção rotativa ou por ultrassom, é muito menor que os ciclos de soldagem por placa quente ou por solvente.

A solda realizada por fricção permite unir praticamente todas as resinas plásticas, tanto amorfas quanto cristalinas, além de, em muitos casos, ser aplicável a materiais não similares, característica importante em comparação aos demais processos de soldagem. Outro diferencial refere-se ao alcance de áreas maiores de soldagem e a união de peças com formas geométricas complexas, dentre elas partes e componentes plásticos utilizados pela indústria automotiva, aeronáutica e naval, tais como pára-choques, painéis frontais, caixas de instrumentos, laterais de portas, caixas e tampas de porta-luvas, porta-objetos, reservatórios de óleo, tampas de válvulas, conjuntos de admissão, painéis internos de aviões, peças de eletrodomésticos e várias outras.

cabecotevibracionalport